Então, apregoei ali um jejum… para nos humilharmos perante o nosso Deus, para lhe pedirmos jornada feliz para nós, para nossos filhos e para tudo o que era nosso. (Esdras 8.21)

Em 31 de outubro de 1517, foram pregadas à porta de Igreja de Wittenberg, na Alemanha, as 95 teses do monge agostiniano Martinho Lutero. A data tornou-se a referência principal do amplo movimento de reformas da igreja cristã no mundo ocidental. Durante este mês de outubro, os cultos dominicais e as atividades serão dedicados a celebrar o 5o Centenário da Reforma. Peço sua atenção para a convocação feita pelo Conselho de nossa Igreja para o dia 31 (terça-feira).

O Conselho da Primeira Igreja reuniu-se no dia 26/09/2017 e decidiu:

1. Convocar a Primeira Igreja para dedicar o próximo dia 31 de outubro à oração e ao jejum. É dia para dar graças a Deus pelo legado da Reforma e interceder em oração pelo Brasil.

2. Manter o templo aberto durante todo o dia 31. As portas estarão abertas a partir das 8h para leituras bíblicas, orações e louvores a Deus.

3. Realizar no dia 31, às 20h, ato público para registro do legado espiritual e civilizatório da Reforma Protestante e dar início à mobilização permanente, de natureza apartidária, em favor de uma reforma política de verdade para o Brasil.

As sociedades em que a igreja cristã foi reformada à luz da Palavra de Deus foram grandemente abençoadas com outras reformas: econômica, política e social. A Reforma da vida da Igreja cristã em 1517 sempre transbordou os limites da própria igreja, alcançando a sociedade. O Brasil vive um momento histórico dramático, e a percepção geral é que o atual sistema político é solo fértil para crescimento somente de espinheiros (Juízes 9). Não celebraremos dignamente o legado da Reforma Protestante se fizermos menção das conquistas civilizatórias do passado, mas fecharmos os olhos para os desafios dos nossos dias. O grande desafio de nosso tempo é uma reforma política de verdade.

Ao longo desses mais de 150 anos de existência, nossa Igreja firmou posição contra a escravidão, deu as boas-vindas à República, defendeu o voto feminino, entre tantas lutas em favor da justiça. O desafio do século XXI é a reforma política para que haja democracia de verdade em nosso país. A Primeira Igreja, como uma das mais antigas igrejas reformadas do País, está sendo chamada a levantar sua voz em favor de uma reforma ampla e estrutural nas regras da política brasileira.

Como você pode participar? Ore diariamente pelo nosso país. Reserve o dia 31 (inteiro ou parte dele) para vir ao templo e dedicar um tempo em oração de gratidão pelos 500 anos da Reforma. Divulgue e compareça no dia 31, às 20h, para apoiar e engajar-se no Movimento Cívico Apartidário pela Reforma Política de Verdade.

…..

Por Rev. Valdinei A. Ferreira

Compartilhar via: