Liturgia de Primícias  •  Culto Matutino, 10h45    Cor Litúrgica: Vermelho

…..

– Prelúdio (Orquestra SoArte): “Ich danke dir für all Wohltat” (Agradeço a Ti por todas as bênçãos) – Choral 223 – J. S. Bach (1685–1750) – Adapt.: Cíntia Gasparetti

– Introito (Coros Integrados): “Em Silêncio Toda Carne” – Melodia tradicional francesa – Arr.: Gustav Holst – Adapt e Orq.: Wilian Dolfini, 2017

– Saudação

– Leitura Bíblica: Deuteronômio 26.1–11 (NVI)

Quando tiverem entrado na terra que o Senhor, seu Deus, lhes dá como herança e a tiverem conquistado e se estabelecido nela,

COLOQUEM NUM CESTO ALGUNS DOS PRIMEIROS FRUTOS DE CADA COLHEITA QUE PRODUZIRAM E LEVEM–NO AO LUGAR QUE O SENHOR, SEU DEUS, ESCOLHER PARA HABITAÇÃO DO SEU NOME.

Dirijam–se ao sacerdote que estiver de serviço naquela ocasião e digam–lhe: “Com esta oferta reconheço diante do Senhor, seu Deus, ter entrado na terra que o Senhor jurou a nossos antepassados que nos daria”.

O SACERDOTE PEGARÁ O CESTO DE SUAS MÃOS E O COLOCARÁ DIANTE DO ALTAR DO SENHOR, SEU DEUS.

Então vocês declararão na presença do Senhor, seu Deus: “Meu antepassado Jacó era um nômade arameu que foi viver no Egito como estrangeiro. Quando chegou, sua família não era numerosa, mas no Egito ela se tornou uma grande e poderosa nação.

QUANDO OS EGÍPCIOS NOS OPRIMIRAM E NOS HUMILHARAM, SUJEITANDO–NOS À ESCRAVIDÃO,

clamamos ao Senhor, o Deus de nossos antepassados. O Senhor ouviu nossos clamores e viu nossas dificuldades, nosso trabalho árduo e a opressão que sofríamos.

POR ISSO, O SENHOR NOS LIBERTOU DO EGITO COM MÃO FORTE E BRAÇO PODEROSO, COM ATOS TEMÍVEIS, SINAIS E MARAVILHAS.

Trouxe–nos para este lugar e nos deu esta terra que produz leite e mel com fartura!

E AGORA, SENHOR, TRAGO OS PRIMEIROS FRUTOS DA COLHEITA QUE, DO SOLO, ME DESTE”. EM SEGUIDA, COLOQUEM O CESTO DIANTE DO SENHOR, SEU DEUS, E PROSTREM–SE DIANTE DELE EM ADORAÇÃO.

Depois disso, alegrem–se por todas as coisas boas que o Senhor, seu Deus, tem dado a vocês e a suas famílias. Lembrem–se de incluir na celebração os levitas e os estrangeiros que vivem entre vocês.

– Hino Congregacional (Orquestra SoArte): “A Terra Semeamos” CTP 54

1– A terra semeamos a fim de nos dar pão,

Mas Deus é quem a nutre com benfazeja mão.

É Deus quem manda o frio, a chuva e o bom calor,

E faz surgir da terra o fruto após a flor.

De todo bem, a fonte é nosso bom Senhor.

Louvai a Deus, louvai a Deus por todo o seu amor!

2– O criador de tudo, que perto ou longe está,

Colora a flor silvestre e à estrela brilho dá.

Os ventos lhe obedecem, o bravo mar também;

As frágeis avezinhas o seu cuidado têm.

3– A nós, porém, seus filhos, revela mais amor:

O filho eterno deu–nos, Jesus, o salvador;

A nós fazendo herdeiros de tudo quanto tem,

Na redenção perfeita que dele nos provém.

– Oração de Adoração

– Hino (Coros Integrados): “Antífona de Dedicação” – Warren Martin – Trad.: J. W. Faustini – Parte I

– Convite Para a Consagração: Êx 23.16, 19; Dt 14.22, 23; 16.17 (NVT)

Celebrem também a Festa da Colheita, quando me trarão os primeiros frutos de suas colheitas. Por fim, celebrem a Festa da Última Colheita no final da safra, quando tiverem colhido todos os produtos de seus campos.

QUANDO FIZEREM A COLHEITA, LEVEM À CASA DO SENHOR, SEU DEUS, O MELHOR DE SEUS PRIMEIROS FRUTOS. NÃO COZINHEM O CABRITO NO LEITE DA MÃE DELE.

Separem o dízimo de suas colheitas, um décimo de toda a sua safra anual.

LEVEM O DÍZIMO AO LUGAR QUE O SENHOR, SEU DEUS, ESCOLHER PARA ESTABELECER SEU NOME E COMAM O DÍZIMO ALI, NA PRESENÇA DO SENHOR. ISSO SE APLICA AOS DÍZIMOS DE CEREAIS, DO VINHO NOVO, DO AZEITE E DOS MACHOS DAS PRIMEIRAS CRIAS DO GADO E DOS REBANHOS. COM ISSO, APRENDERÃO A SEMPRE TEMER O SENHOR, SEU DEUS.

Todos devem ofertar de acordo com as bênçãos que receberam do Senhor, seu Deus.

– Hino congregacional (Orquestra SoArte): “Chuvas de Bênçãos” CTP 234

1– Chuvas de bênçãos teremos, sim, é a promessa de Deus,

Tempos benditos trazendo chuvas de bênçãos dos céus.

Chuvas de bênçãos, chuvas de bênçãos dos céus!

Gotas benditas já temos; chuvas pedimos a Deus.

2– Chuvas de bênçãos teremos, vida com paz e perdão.

Os pecadores indignos graça dos céus obterão.

3– Chuvas de bênçãos teremos. Manda–nos já, ó Senhor!

Dá–nos os frutos benditos dessa promessa de amor!

4– Chuvas de bênçãos teremos, chuvas mandadas dos céus;

Bênçãos a todas os crentes, bênçãos do nosso bom Deus.

– Hino Congregacional: “Graças Rendemos” CTP 223

1– Graças rendemos, Deus de luz e amor, pelo dom de Cristo, nosso salvador.

Pelo que nos deste com bondosa mão. Pelos bens da vida: veste, abrigo e pão.

Graças rendemos, Deus de luz e amor, pelo dom de Cristo, nosso salvador.

2– Pelos amigos que, Senhor, te apraz congregar conosco, nesta doce paz.

Dá–nos sempre o encanto de contigo estar, dá–nos sempre o gozo do teu nome honrar.

– Ofertório

– Oração de Consagração dos Dízimos e das Ofertas

– Responso Congregacional: “Ofertório” CTP 491

Tudo vem de ti, Senhor. E do que é teu te damos. Amém.

– Pastorais

– Leitura bíblica: Pregador

– Aleluia: “Aleluia” – Taizé CTP 431

Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia!

– Proclamação da Palavra: Rev. Valdinei Ferreira

– Hino (Coros Integrados):  “Antífona de Dedicação” – Warren Martin – Trad.: J. W. Faustini – Parte II

– Convite Para a Gratidão: Salmo 136.1–9 (NVT)

Oficiante: Deem graças ao Senhor, porque ele é bom. Seu amor dura para sempre!

Homens: Deem graças ao Deus dos deuses. Seu amor dura para sempre!

Mulheres: Deem graças ao Senhor dos senhores. Seu amor dura para sempre!

Todos: Deem graças ao único que realiza grandes maravilhas. Seu amor dura para sempre!

Oficiante: Deem graças àquele que criou os céus com muita habilidade. Seu amor dura para sempre!

Homens: Deem graças àquele que colocou a terra no meio das águas. Seu amor dura para sempre!

Mulheres: Deem graças àquele que fez as luzes celestes: Seu amor dura para sempre!

Oficiante: o sol para governar o dia, Seu amor dura para sempre!

Todos: a lua e as estrelas para governarem a noite. Seu amor dura para sempre!

– Hino Congregacional: “Demos Graças ao Senhor” CTP 227

Demos graças ao Senhor, graças ao nosso Deus. (2x)

O Senhor é bom e eterno é seu amor.

Demos graças ao Senhor, graças ao nosso Deus.

O Senhor é bom e eterno é seu amor.

Demos graças ao Senhor, graças ao nosso Deus.

– Oração da Graça

a) Pessoas especiais que fizeram parte de nossa vida; b) 130 anos do Coro Misto da Catedral Evangélica de São Paulo; c) O ano de 2017; d) Pessoas especiais que fazem parte hoje de nossa vida

– Oferenda Musical (Orquestra SoArte): “Wer nur den lieben Gott lässt walten” (Quem pode exercer apenas o amor a Deus) – Choral 104 – J. S. Bach (1685–1750) – Adapt.: Cíntia Gasparetti

– Hino Congregacional (Orquestra SoArte): “Cantai a Cristo” – CTP 93. Adapt.: Cíntia Gasparetti

1– Cantai a Cristo, o salvador, que tanto nos amou,

E para a nossa salvação seu sangue derramou.

Salvação! Salvação! Hoje temos no filho de Deus!

Salvação! Salvação! Aleluias ao filho de Deus!

2– Oh! Grande amor tão divinal, amor tão eficaz

Que nele o pobre pecador alcança eterna paz!

3– Louvor a Cristo, o bom Senhor, oh, vinde publicar!

E dai ao mundo a conhecer o salvador sem par!

– Cerimônia de Recepção de Novos Membros

– Hino (Coros Integrados):  “Antífona de Dedicação” – Warren Martin – Trad.: J. W. Faustini – Parte III

– Afirmação de Fé da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil

Cremos na Santa Trindade, que é modelo de comunhão, unidade e amor. Cremos no Deus Pai, criador dos céus e da terra e de todos os seres humanos. Cremos em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor e Salvador, que traz boas notícias aos pobres, liberdade aos cativos, vista aos cegos, libertação aos oprimidos e perdão para os nossos pecados. Cremos no Espírito Santo derramado sobre filhos e filhas, moços e velhos, servos e servas. Cremos na igreja, família da fé, que abriga, acolhe e promove uma espiritualidade fundamentada na graça de Deus, que traz vida em plenitude segundo as Escrituras Sagradas. Cremos como nossa missão a proclamação do Evangelho do Reino de Deus, para paz, justiça, liberdade e solidariedade entre todos. Amém.

– Hino Congregacional: “Vamos Vozes e Dons Usar” CTP 310 (1ª e 2ª estrofes)

1– Vamos vozes e dons usar para alegres anunciar

Que em Jesus, temos salvação, celebrada no vinho e pão.

Cristo vivo está! Ele o pão dará! Ide sem tardar, proclamar!

2– Cristo pode na mesa unir aos que querem a ele ouvir;

Todo o tempo a Deus bendizer e o evangelho do amor viver.

– Cerimônia de Emerência de Diáconos

– Hino Congregacional: “Vamos Vozes e Dons Usar” CTP 310 (3ª estrofe)

3– Cristo ao mundo nos quer mandar para a vinha outros frutos dar;

Seu amor tem de repartir todo aquele que o quer seguir.

Cristo vivo está! Ele o pão dará! Ide sem tardar, proclamar!

– Oração do Senhor

– Bênção Apostólica

– Amém: “Amém – Afro americano” CTP 438

Amém, amém, amém, amém, amém!

– Poslúdio: “A Song of Thankfulness” (Uma Canção de Agradecimento) – Edward Broughton, 2010.

– Recessional (Orquestra SoArte): “Christus, der ist mein Leben” (Cristo é a minha vida)– Choral 6 – J. S. Bach (1685–1750) – Adapt.: Cíntia Gasparetti

Compartilhar via: