Notícias

500 Anos da Reforma: Celebração da IPI do Brasil

No dia 28/10, sábado, a IPI do Brasil celebrará o 5º Centenário da Reforma Protestante no templo da Primeira Igreja. A  programação começará às 15h30, terminando com o Culto da Reforma, às 19h. Veja abaixo o programa completo:

– 15h30, no templo – Cantata Experiência com Deus (Coro e Orquestra Educacional da IP Mogi das Cruzes-SP, regente Aurora dos Santos Grangeiro)

– 17h30, na capela – Programação do fórum Equilibrium: mesa-redonda com a presença do Rev. Áureo de Oliveira, presidente da IPIB, do Rev. Valdinei e do Rev. Valdir Steuernagel, pastor da Igreja Luterana.  O tema será “O futuro da Reforma Protestante.

 – 19h, no templo – Culto da Reforma, com participação da IPIs da Grande São Paulo . Proclamação da Palavra pelo Rev. Valdir Steuernagel. A oferta especial desse culto irá para o campo missionário em Gravataí-RS.

Compartilhar via:

Culto de quarta-feira

Acompanhe os estudos no Evangelho de Marcos nos cultos de quarta-feira. Nas próximas semanas os temas serão: dia 18/10, “A cruz de Jesus” (Mc 15.22-32); dia 25/10 “Jesus e o templo” (Mc 11. 15-19), e dia 01/11, “Morte e ressurreição de Jesus” (Mc 9.30-32). Participe!!

Compartilhar via:

Primeira Igreja mobiliza-se em movimento cívico

No dia 31 de outubro de 2017, às 20h, a Primeira Igreja Presbiteriana Independente de São Paulo lançará a campanha de mobilização permanente e apartidária de seus membros e demais cidadãos brasileiros em favor de uma reforma política  “de verdade” para o Brasil. Leia, abaixo, editorial escrito pelo Reverendo Valdinei Ferreira, pastor titular da Primeira IPI de São Paulo, a respeito dessa iniciativa. Informe-se e participe!

A REFORMA DA VEZ

Por Rev. Valdinei Ferreira

“Então, apregoei ali um jejum… para nos humilharmos perante o nosso Deus, para lhe pedirmos jornada feliz para nós, para nossos filhos e para tudo o que era nosso.” (Esdras 8.21)

Em 31 de outubro de 1517, foram pregadas à porta de Igreja de Wittenberg, na Alemanha, as 95 teses do monge agostiniano Martinho Lutero. A data tornou-se a referência principal do amplo movimento de reformas da igreja cristã no mundo ocidental. Durante este mês de outubro, os cultos dominicais e as atividades serão dedicados a celebrar o 5º Centenário da Reforma. Peço sua atenção para a convocação feita pelo Conselho de nossa Igreja para o dia 31 (terça-feira).

O Conselho da Primeira Igreja reuniu-se no dia 26/09/2017 e decidiu:

  1. Convocar a Primeira Igreja para dedicar o próximo dia 31 de outubro à oração e ao jejum. É dia para dar graças a Deus pelo legado da Reforma e interceder em oração pelo Brasil.
  2. Manter o templo aberto durante todo o dia 31. As portas estarão abertas a partir das 8h para leituras bíblicas, orações e louvores a Deus.
  3. Realizar no dia 31, às 20h, ato público para registro do legado espiritual e civilizatório da Reforma Protestante e dar início à mobilização permanente, de natureza apartidária, em favor de uma reforma política de verdade para o Brasil.

As sociedades em que a igreja cristã foi reformada à luz da Palavra de Deus foram grandemente abençoadas com outras reformas: econômica, política e social. A Reforma da vida da Igreja cristã em 1517 sempre transbordou os limites da própria igreja, alcançando a sociedade. O Brasil vive um momento histórico dramático, e a percepção geral é que o atual sistema político é solo fértil para crescimento somente de espinheiros (Juízes 9). Não celebraremos dignamente o legado da Reforma Protestante se fizermos menção das conquistas civilizatórias do passado, mas fecharmos os olhos para os desafios dos nossos dias. O grande desafio de nosso tempo é uma reforma política de verdade.

Ao longo desses mais de 150 anos de existência, nossa Igreja firmou posição contra a escravidão, deu as boas-vindas à República, defendeu o voto feminino, entre tantas lutas em favor da justiça. O desafio do século XXI é a reforma política para que haja democracia de verdade em nosso país. A Primeira Igreja, como uma das mais antigas igrejas reformadas do País, está sendo chamada a levantar sua voz em favor de uma reforma ampla e estrutural nas regras da política brasileira.

Como você pode participar? Ore diariamente pelo nosso país. Reserve o dia 31 (inteiro ou parte dele) para vir ao templo e dedicar um tempo em oração de gratidão pelos 500 anos da Reforma. Divulgue e compareça no dia 31, às 20h, para apoiar e engajar-se no Movimento Cívico Apartidário pela Reforma Política de Verdade.

 

 

 

 

Compartilhar via:

Catedral terá dois órgãos de tubos!

Até o final de 2018 a Catedral Evangélica de São Paulo terá dois órgãos de tubos em seu templo. No dia 16 de setembro  a Catedral, a Universidade de São Paulo e a Fundação Mary Harriet Speers celebraram convênio para viabilização de montagem, instalação, utilização e manutenção de um Órgão de Tubos Gerhard Grenzing no templo da Catedral, situado à Rua Nestor Pestana, 152, no Centro da capital. O convênio tem por objetivo conjugar esforços dos partícipes para “apoiar, incentivar, assistir, desenvolver e promover a cultura, a educação e as artes”, tornando acessível a música desse instrumento a parcelas maiores da população. A assinatura do documento se deu após longa e cuidadosa negociação entre as três instituições, iniciada em abril de 2017.  O convênio permitirá que as três instituições partícipes trabalhem em conjunto para proporcionar cultura e educação à população paulista e até de outros Estados.

Por meio do convênio, o órgão disponibilizado pela Universidade será utilizado pelos alunos da ECA-USP dos cursos de graduação, pós-graduação e extensão. “Sabe-se que a arte organística é pouco difundida em nosso país; a instalação do órgão Grenzing estimulará novos talentos e contribuirá para a formação de futuras gerações de músicos-organistas”, afirma o professor José Luís de Aquino, professor do Departamento de Música da Escola de Comunicações e Artes da USP. Todas as atividades envolvendo o novo órgão de tubos estarão sob a coordenação do Prof. José Aquino, pela USP, e pelo organista Luiz Otávio do Carmo, pela Catedral.

A Catedral oferecerá oportunidades de os alunos tocarem nos cultos, colaborando para a formação de profissionais músicos e cumprindo sua missão de atuar criativa e solidariamente para transformação de pessoas, sociedade e cultura em nossa geração. “O órgão de tubos é um instrumento alinhado à nossa tradição litúrgica e protestante. Tanto que, em 1986, recebemos um órgão Austin, de 1911, como doação da Igreja Presbiteriana de Greenville (EUA). Este instrumento tem mais de cem anos e ainda é utilizado todos os domingos em nossos cultos”, afirma o pastor titular da Catedral Evangélica, reverendo Valdinei Ferreira.

O convênio também permitirá que a Fundação Mary Harriet Speers ofereça formação musical para crianças, adolescentes, jovens e idosos, e de projetos de cultura musical para pessoas carentes, visando à inclusão social. O Projeto Socioeducacional e Cultural Soarte, mantido pela Fundação, atende alunos de todas as idades com poucos recursos financeiros.

O Órgão Grenzing modelo GG–169 é composto de cinco corpos, 3.400 tubos aproximadamente, 11 foles, quatro teclados com 58 notas, 32 notas de pedais, painéis para registros e ligações, duas fachadas etc. O instrumento será instalado em uma das laterais da galeria do templo.

Este será o primeiro órgão de tubos da marca a ser instalado na América do Sul. Existem outros em auditórios como o Nacional de Música de Madri (Espanha) e o Nacional de Niigata (Japão), na Catedral de Madri e na Catedral de Bruxelas, em conservatórios de música em Barcelona, Madri, Salamanca, Paris, Lyon, Seul, e nas Universidades de Kobe (Japão) e Dusseldorf (Alemanha).

 

Compartilhar via:

Como estamos organizados

Você sabe como a Primeira Igreja Presbiteriana Independente de São Paulo organiza sua atuação? Acesse os links abaixo e veja as explicações dos pastores, líderes das Redes: Culto e Adoração; Estratégia e Expansão; Conexão e Formação, e Ação Social e Compaixão.

Compartilhar via: